Alimentos Industrializados: Por que EVITÁ-LOS?

Eu sei que todo mundo tem uma vida corrida. Sei que todo mundo rala diariamente e nem sempre sobra tempo para prestar atenção na comida. Mas resolvi escrever para conscientizar mesmo, porque evitar alimentos industrializados, mesmo na correria do dia a dia?

Poupar tempo pode custar caro

A praticidade dos alimentos prontos acaba dando para eles uma certa preferência quando não existe muito tempo para cuidar da alimentação. Muitas donas de casa preferem molhos industrializados, prontos, pois tudo o que é preciso fazer é abrir a embalagem.

Além disso, o prazo de validade permite que o tempo de armazenamento desses alimentos seja muito maior, ou seja, uma série de benefícios disfarçados, em meio à tantos outros malefícios que estes alimentos contém.

A verdade é que todas, cada uma dessas características consideradas práticas, se origina de um conjunto de características que não é nada bom para a saúde.

O que faz o molho estar perfeito durante muito tempo ali dentro da caixinha são aditivos químicos que podem fazer muito mal para sua saúde.

O que tem dentro destes produtos

Eu te convido a dar um passeio no supermercado e ler com atenção os rótulos e embalagens destes alimentos. O que vamos encontrar é uma infinidade de “antes”. São aromatizantes, conservantes, corantes, acidulantes, estabilizantes e até antioxidantes.

Cada um deles tem a sua finalidade na fórmula, e também pode trazer consequências para o seu corpo. Vou falar um pouquinho sobre cada um deles.

 

Aromatizantes e corantes

Ambos têm a mesma função: deixar a mistura química mais parecida com o alimento natural.

O corante confere uma cor similar ao alimento, fazendo com que o consumidor se sinta atraído por ela a ponto de decidir consumir o produto. O aromatizante vai fazer com que a pessoa reconheça o sabor enquanto consome.

É um lance psicológico, por exemplo: Ao ingerir um biscoito de coco industrializado, ele possui cheiro e sabor parecidos com o coco, e sentindo isso existe a impressão de que não é tão artificial assim.

Pense nas gelatinas coloridas, nos sucos de frutas, cada um tem a sua cor bem definida e isso é uma estratégia fundamental para a aceitação do alimento no mercado.

Saiba que a grande maioria dos alimentos com sabor de fruta são na verdade a base de substâncias artificiais que, através de combinações químicas, conseguem imitar exatamente o cheiro e o sabor dos alimentos.

E estas substâncias, a longo prazo, não fazem bem ao organismo e podem até levar ao vício.

Conservantes

Como diz o nome, são compostos altamente químicos que evitam a deterioração dos alimentos, fazendo com que eles durem mais.

Você já notou que o suco de laranja natural azeda dentro da geladeira depois de algumas horas, certo? Em alguns dias ele estará impróprio para o consumo.

E isso não acontece com o suco artificial, justamente pois existe uma infinidade de substâncias lá dentro dele que impedem que os microorganismos ajam, impedindo então que estes alimentos estraguem. Por isso eles duram tanto armazenados, pois são alterados com conservantes.

Antioxidantes

Eles também ajudam a manter os industrializados em condições consideradas boas para o consumo por mais tempo, mas aqui o processo é impedir que os alimentos sofram oxidação, que levaria a uma deterioração. Os antioxidantes são aplicados em alimentos como os óleos, justamente para que possam durar mais.

Acesse aqui o post anterior sobre A Verdade Assustadora dos Óleos Vegetais.

Estabilizantes

Eles existem para estabilizar as proteínas do alimento. Isso é necessário para que o alimento mantenha a sua aparência normal e pareça bom aos olhos dos consumidores por mais tempo.

Exemplo, o suco de laranja depois de algum tempo na geladeira se divide em fases, certo? Isso não acontece com o suco de caixinha pois ele contém uma substância que o mantém da mesma forma para sempre.

Acidulantes

São parecidos com corantes, mas neste caso eles entram na fórmula com o objetivo de criar uma experiência de sabor que se aproxime ao sabor do alimento original. Exemplo, muitos sucos conseguem imitar algumas características de paladar de algumas frutas que oferecem sabor ácido, tudo graças aos acidulantes.

O que acontece no organismo

Acredita-se que muitos conservantes populares são substâncias que podem causar câncer se consumidas a longo prazo.

Os acidulantes, corantes, aromatizantes também podem causar uma bagunça no seu sistema metabólico. Eles influenciam no processo digestivo de uma maneira sutil. Além disso muitos deles podem causar alergias e desconfortos, e até durante bastante tempo, sem que a pessoa saiba o motivo destas sensações.

Um dos componentes mais clássicos destes alimentos industrializados é uma substância chamada glutamato monossódico, que foi apontado em pesquisas como causador de câncer.

Fica aqui o meu apelo para que cuidem com carinho da alimentação. Cuidem do que oferecem ao seu corpo pois disso depende a sua saúde, a sua qualidade de vida, e também se estará predisposto ou não às doenças.

Uma alimentação saudável, além de reduzir o peso e deixar o corpo bonito, também serve como proteção contra as doenças a longo prazo. Pense nisso!

Minha dica é: Organize toda as refeições da semana em um dia e separe nas porções! Veja neste post anterior como você pode Montar um Cardápio Saudável e Rápido.

E lembre-se sempre deste ciclo:

Um abração,

Alimentos Industrializados: Por que EVITÁ-LOS?
4.1 (82.86%) 7 votos

Comments are closed.